slots

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva se sentiu traído com a publica??o da decis?o do Ibama que negou o licenciamento ambiental para a perfura??o de po?o de petróleo pela Petrobras na Foz do Amazonas. Lula esperava que a ministra Marina Silva (Meio Ambiente) o informasse previamente sobre a decis?o, para que ele costurasse uma saída política junto ao Ministério de Minas e Energia (MME). A informa??o foi confirmada por interlocutores do Ministério do Meio Ambiente, do PT (Partido dos Trabalhadores) e da presidência da Petrobras. ELEI??OVeja quem é o engenheiro cotado pra assumir a presidência da Fieb, com a saída de Ricardo Alban Ademi-BA premia melhores lan?amentos, empresas e profissionais do setor imobiliário baiano; confira Marina, no entanto, insistiu que a decis?o do Ibama seria técnica e n?o estaria sujeita a ingerência política. A decis?o foi publicada em 17 de maio, quando Lula estava no Jap?o para o encontro do G7. window.uolads && window.uolads.push({ id: "banner-300x250-1-area" }); Os ministros Rui Costa (Casa Civil) e Alexandre Silveira (Minas e Energia) precisaram aguardar o retorno do presidente ao país para tentar reverter a situa??o, o que aumentou o custo político da media??o com o Meio Ambiente, inspirando a fritura de Marina Silva. Segundo fontes do governo, o ministro da Casa Civil, Rui Costa, deve mediar um acordo entre o MME, o Ministério do Meio Ambiente e o Ibama, que deve ser assinado por Lula. A Petrobras pretende apresentar ainda nesta semana um recurso ao Ibama, mas o presidente da empresa, Jean Paul Prates, deve manter uma postura neutra na briga política.

日本熟妇色videos|日本不卡一区二区三区在线|小草在线资源视频免费观看|日韩精品免费无码专区