winzir

2023-05-26 13:43:56 | em99t

$f.uc_title$

O secretário estadual de Administra??o Penitenciária, José Ant?nio Maia Gon?alves, foi mais uma figura ligada ao MDB que esteve presente no evento desta quinta-feira (25) organizado pela Funda??o Ulysses Guimar?es. Questionado pelo BNews, o emedebista revelou que o governo de Jer?nimo Rodrigues (PT) planeja lan?ar, muito em breve, um concurso público para a contrata??o de policiais penais. “Precisamos de mais efetivo. Já está na mesa do governador o próximo concurso público, que n?o fizemos ainda porque estávamos nessa transi??o de agente penitenciário para a Polícia Penal, mas o governador Jer?nimo logo logo homologará e mandará publicar o Edital”, revelou Maia Gon?alves. AVENIDA PARALELA'Passarela do medo': mulher denuncia suspeito que se masturba em plena luz do dia em Salvador POLíCIAAmigo íntimo de Jeff Machado é visto como principal suspeito da morte do ator; saiba detalhes De acordo com o secretário, ser?o pelo menos 287 vagas para contrata??o imediata e outras 800 como cadastro de reserva. window.uolads && window.uolads.push({ id: "banner-300x250-1-area" }); A contrata??o de mais policiais penais é uma cobran?a da categoria, representada pelo Sindicato dos Servidores Penitenciários do Estado da Bahia (Sinspeb), que comemorou a aprova??o da Polícia Penal por parte da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), mas apontou que há uma defasagem no número de profissionais. Maia Gon?alves também vibrou com a cria??o da Polícia Penal e afirmou que a mudan?a deve fazer com que o sistema prisional fique menos dependente da atua??o da Polícia Militar do Estado da Bahia. “A Polícia Penal é uma conquista. Encontramos um governador sensível e visionário, que criou a Polícia Penal através de PEC de iniciativa do Poder Executivo. E hoje a Polícia Penal é um modal que vai nos atender muito, porque nós vamos fazer rondas perimetrais, guarnecimento das guaritas, opera??o de transferência, opera??o de custódia. Tudo isso s?o atribui??es da Polícia Penal. Foi muito bom”, comemorou o secretário. window.uolads && window.uolads.push({ id: "banner-300x250-2-area" }); “A Polícia Militar vai nos dar apoio. Ao contrário do que acontecia, quando dependíamos da Polícia Militar, agora a teremos apenas como apoio”, concluiu Maia Gon?alves.