wincity168

2023-05-27 13:05:25 | em99t

$f.uc_title$

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL-SP) abriu uma empresa, no Texas (EUA), em sociedade com outros brasileiros ligados à dissemina??o de fake news no Brasil, que apoiaram os atos golpistas de 8 de janeiro e que passaram pelo governo do pai. A abertura da empresa ocorreu durante o período em que o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) morou nos Estados Unidos. As informa??es fazem parte de uma investiga??o feita pelo Uol, a Agência Pública, e o Clip (Centro Latinoamericano de Investiga??o Jornalística) nos últimos cinco meses. Segundo a reportagem, Eduardo abriu a Braz Global Holding LLC, em 18 de mar?o deste ano, em sociedade com o influenciador Paulo Generoso —conhecido por compartilhar notícias falsas e por ter apoiado os atos golpistas - e com o ex-secretário nacional de Fomento e Incentivo à Cultura no governo Bolsonaro, André Porciúncula, que tentou vaga para deputado federal pelo PL baiano no ano passado. A firma foi registrada por Generoso no endere?o de sua casa, em Arlington. POLíTICAPrograma que reduz pre?o dos automóveis n?o é de longo prazo, diz Haddad PolíciaCameras de monitoramento da col?nia de gatos registram primeiro flagrante de abandono A publica??o detalha que o mesmo endere?o da Braz Global foi usado para o registro de um instituto e uma incorporadora também dirigidos por Generoso e Porciúncula. No entanto, o nome de Eduardo n?o consta nestes outros dois negócios. window.uolads && window.uolads.push({ id: "banner-300x250-1-area" }); Procurado pela reportagem, o deputado Eduardo Bolsonaro respondeu: "Por que vocês est?o me investigando? Conhecendo um pouquinho do UOL e um pouquinho de vocês, eu prefiro n?o falar nada". Indagado sobre as atividades da empresa, o parlamentar se esquivou novamente: "N?o tem nada demais. Explicar o quê? Estou devendo alguma coisa?". Ao final, o parlamentar afirmou, andando rápido pelo corredor em meio aos seguran?as, que "n?o devia explica??es" e citou o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sem sequer ter sido questionado. "Eu estou traficando droga? Eu estou roubando alguém? é corrup??o?", acrescentando que "falaria com o TSE", se fosse chamado. window.uolads && window.uolads.push({ id: "banner-300x250-2-area" }); Os demais sócios foram procurados, mas n?o retornaram até a última atualiza??o desta reportagem.Braz Global Holding Os documentos mostram a cria??o da Braz Global Holding, mas neles n?o há informa??es sobre qual é o ramo do negócio. No mesmo local, em um curto espa?o de tempo, Paulo Generoso registrou outras duas empresas: a Liber Group Brasil, em 13 de janeiro, e o Instituto Liberdade, em 8 de fevereiro. Nessas, Eduardo Bolsonaro n?o consta oficialmente como responsável, apenas Generoso, André Porciúncula e outra ex-servidora do governo Bolsonaro, Raquel Brugnera, apresentados como diretores. window.uolads && window.uolads.push({ id: "banner-300x250-3-area" }); Raquel e Paulo Generoso s?o criadores do Movimento República de Curitiba, que surgiu em 2016 para apoiar a Opera??o Lava Jato. O movimento também defendeu a elei??o do ex-presidente em 2018 e 2022. Com 1,2 milh?o de seguidores, a página do grupo no Facebook espalhou notícias falsas sobre as urnas eletr?nicas, a pandemia de covid-19 e saiu em defesa dos atos golpistas. A página também consta das apura??es da CPMI das Fake News.