ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, DOMINGO  09     CAMPO GRANDE 28º

em99t

lodigame

2023-05-25 15:44:52

O delegado Leandro Almada, superintendente da Polícia Federal da Bahia durante as elei??es do ano passado, prestou depoimento sobre o inquérito que investiga as blitzes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizadas no Nordeste realizadas no segundo turno do pleito presidencial.? A fala do delegado pode complicar ainda mais a situa??o do ent?o ministro da Justi?a, Anderson Torres, por um suposto envolvimento no caso. é o que diz uma reportagem do jornal O Globo.? SalvadorRodoviários aceitam proposta e cancelam greve RACISMOGoogle derruba jogo de simula??o de escravid?o após denúncias O inquérito foi aberto após ser observado que a maior parte das opera??es da PRF ocorridas no dia da vota??o do segundo turno ocorreram na regi?o Nordeste, onde Lula obteve larga vantagem sobre Jair Bolsonaro. Um exemplo é a Bahia, onde, no primeiro turno, o petista obteve 69,7% contra 24,3% do agora ex-presidente.? window.uolads && window.uolads.push({ id: "banner-300x250-1-area" }); De acordo com a publica??o, Almada disse no depoimento que teve uma reuni?o com Torres e com o ent?o diretor-geral da PF, Márcio Nunes. Na oportunidade, o delegado teria recebido indica??es de onde os agentes deveriam atuar no segundo turno “A gente foi informado, sim, que tinha algumas localidades especificamente, n?o sei se em fun??o do número de eleitores ou pela cobertura da cidade, enfim. Houve sim, foi encaminhada uma sugest?o de cidades para que fosse refor?ado”, revelou Almada.? Na mesma reuni?o, o delegado contou que recebeu uma “sugest?o” para que a PF atuasse em conjunto com a PRF no dia do segundo turno. Almada disse que avaliou a proposta como “inadequada” e acabou n?o executando.? window.uolads && window.uolads.push({ id: "banner-300x250-2-area" }); O delegado disse ainda que a reuni?o com Torres e Nunes teve como foco a elei??o. Na oportunidade, Almada disse que “pediram para refor?ar bastante a nossa parte ostensiva no dia do segundo turno, porque eles ouviram relatos de uma compra de votos muito grande que estaria ocorrendo no estado da Bahia”. No entanto, o ent?o superintendente da PF n?o apresentou provas ou indícios concretos que validassem as suspeitas. Por fim,? Almada? contou que Torres e Nunes compartilharam informa??es falsas durante a reuni?o. Entre as fake news citadas pelo delegado est?o a de que “fac??es criminosas em Salvador estariam nitidamente apoiando candidato do PT" e "constrangendo eleitores em se??es eleitorais".

日本熟妇色videos|日本不卡一区二区三区在线|小草在线资源视频免费观看|日韩精品免费无码专区