vbet brasil

O Congresso imp?s várias derrotas para a agenda ambiental do Governo Lula. Após aprova??o pela Camara dos Deputados do novo marco fiscal, pauta prioritária do Planalto, o Congresso deu recados em série sobre o atual estágio de correla??o de for?as entre Executivo e Legislativo. O Ministério do Meio Ambiente, de Marina Silva, perdeu o controle sobre o Cadastro Ambiental Rural (CAR), que reúne informa??es sobre as propriedades rurais e agora estará na al?ada da pasta da Gest?o. O Meio Ambiente também perdeu a Agência Nacional de águas e Saneamento Básico (ANA), que vai para o Desenvolvimento Regional. O relatório teve o endosso do governo. SURTOU?Vídeo: Só de toalha, Jojo Todynho posta vídeo 'coringando' na web: "Tá no Spa?" MUDAN?ASAndressa Urach anuncia mais uma decis?o radical por conta da religi?o Código Florestalà noite, o segundo recado veio do plenário da Camara. O afrouxamento das regras referentes ao Código Florestal teve 364 votos contrários às mudan?as sugeridas pelos senadores, que aumentariam a seguran?a ambiental, e 66 votos favoráveis. O governo orientou voto a favor da flexibiliza??o — no PT, por exemplo, foram 35 votos nessa dire??o, e 14 contrários. A matéria, agora, vai à san??o presidencial. window.uolads && window.uolads.push({ id: "banner-300x250-1-area" }); O Senado havia aprovado a MP da Mata Atlantica, derrubando emendas da Camara que, entre outras coisas, permitiam: a supress?o de vegeta??o em caso de implanta??o de linhas de transmiss?o de energia elétrica, gasoduto ou sistemas de abastecimento público de água, sem necessidade de estudo prévio; dispensa da obrigatoriedade de zona de amortecimento e corredores ecológicos em unidades de conserva??o quando estiveram situadas em áreas urbanas; e dispensa de consulta a conselhos estaduais e municipais de meio ambiente para uso do solo em margens de rios e lagos. Marco TemporalNa sequência, a falta de capacidade do Planalto de travar a agenda do Congresso ficou ainda mais evidente. No mesmo dia, foi aprovada a urgência do texto que estabelece o marco temporal da promulga??o da Constitui??o de 1988 para a demarca??o de terras indígenas, outro ponto que provoca a rea??o de ambientalistas. A vota??o, que tira a necessidade de o projeto passar por comiss?es — o mérito deve ser analisado em plenário já na semana que vem —, gerou uma crise com a ala da base à esquerda, já que o governo liberou a sua bancada para votar como quisesse. window.uolads && window.uolads.push({ id: "banner-300x250-2-area" }); Partidos de centro, que possuem cargos no primeiro escal?o, foram favoráveis ao marco temporal. A justificativa oficial dos governistas é de que a libera??o ocorreu porque as legendas de centro já seriam favoráveis ao texto de qualquer maneira. O Ministério dos Povos Indígenas também perdeu fun??es, como a estrutura que demarca as terras, agora sob a responsabilidade da pasta da Justi?a. à colunista Míriam Leit?o, a ministra Sonia Guajajara reconheceu que há “frustra??o”. As informa??es s?o de O Globo.

日本熟妇色videos|日本不卡一区二区三区在线|小草在线资源视频免费观看|日韩精品免费无码专区