bwinph

2023-05-26 22:35:13 | em99t

$f.uc_title$

A ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, reconheceu nesta quinta-feira (25) que passa por um “momento difícil” depois que o Congresso Nacionalretirou atribui??es de sua pasta. A declara??o foi dada durante a cerim?nia de posse do novo presidente do Instituto Chico Mendes de Conserva??o da Biodiversidade (ICMBio), Mauro Oliveira Pires “Nós estamos vivendo um momento difícil, para alguns mais difícil. Mas a boa madeira n?o cresce em sossego. Quanto mais forte os ventos, mais forte as árvores. E esse é o momento das árvores fortes se colocarem à frente”, disse Marina. AVENIDA PARALELA'Passarela do medo': mulher denuncia suspeito que se masturba em plena luz do dia em Salvador POLíCIAAmigo íntimo de Jeff Machado é visto como principal suspeito da morte do ator; saiba detalhes “Eles est?o transformando a MP da gest?o do governo que ganhou na agenda do governo que perdeu, sobretudo na agenda ambiental e dos povos indígenas, mas nos temos que resistir”, acrescentou. window.uolads && window.uolads.push({ id: "banner-300x250-1-area" }); Na última quarta-feira (24), o Congresso aprovou uma medida provisória (MP) que reestrutura a Esplanada dos Ministérios. A MP é criticada por ambientalistas e indígenas por tirar poderes dos ministérios do Meio Ambiente e dos Povos Indígenas. Quem também criticou a medida foi Sonia Guajajara, responsável pela pasta dos Povos Indígenas. Ela revelou uma frustra??o com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelo “pouco empenho” nas discuss?es da MP.?