Grande bonan?a de baixo - mantendo o carretel girando

2023-05-25 23:46:44 | em99t

$f.uc_title$

Por unanimidade, os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) votaram contra o recurso do Partido dos Trabalhadores (PT) por propaganda eleitoral antecipada feito por Michelle Bolsonaro, no Dia das M?es em 2022, no período pré-eleitoral a favor da reelei??o de Jair Bolsonaro (PL). Em junho de 2022, o ministro Raul Araújo já havia negado o prosseguimento de uma representa??o contra Bolsonaro por suposta propaganda eleitoral irregular. BNEWS PETFeira de ado??o de animais acontece no Boulevard Shopping Cama?ari; saiba detalhes PolíticaArcabou?o fiscal já tem relator no Senado; saiba quem é No pedido, o PT alegou que o pronunciamento de Michelle Bolsonaro, ex-primeira-dama, feito ao lado da ent?o ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Cristiane Brito, “teve dura??o de, aproximadamente, quatro minutos e 15 segundos, no qual a ministra e a representada (Michelle) intercalaram falas acerca de programas governamentais, de forma a exaltar a gest?o do atual presidente”. window.uolads && window.uolads.push({ id: "banner-300x250-1-area" }); “Ser m?e é um trabalho em tempo integral. Por vezes, abrimos m?o das nossas vontades para acolher nossos filhos e oferecermos o nosso melhor para eles. Ser m?e é chamar para si a maior e mais divina das responsabilidades”, declarou Michelle Bolsonaro na época. O voto do ministro relator Raul Araújo prevaleceu, e o magistrado votou contra a condena??o e a imposi??o de multa por entender que Michelle apenas apresentou as a??es adotadas pelo governo do ex-presidente em benefício das m?es e mulheres brasileiras. “A convoca??o de cadeia nacional de rádio e televis?o para pronunciamento da Presidência da República caracteriza ato de governo, segundo autorizado a doutrina vinculado ao exercício da discricionariedade política administrativa”, declarou Araújo. window.uolads && window.uolads.push({ id: "banner-300x250-2-area" });